Acesso Clientes

Email

Password

Lembrar


Por favor, faça Login ou Registe-se

Contacto

  • Telefone:219 170 955
  • Horário:9:30 ás 13:00 e das 15:00 ás 17:30
  • Email Comercial:info@chrome.pt
  • Email Suporte:suporte@chrome.pt

Fechar Suporte

Suporte

Certificados SSL?

Existem para garantir a autenticidade e segurança online

geotrust

O SSL

Secure Socket Layer (SSL) é um protocolo desenvolvido pela Netscape em 1996 que rapidamente se tornou no metodo standard para segurar a transmissão de dados através da Internet. O SSL é parte integrante da maioria dos navegadores e servidores web, e faz uso da encriptação pelo método de chave pública e privada, desenvolvido por Rivest, Shamir e Adleman.

sym-logo-small

COMO USAR

Para efetuar uma ligação com recurso a SSL, o protocolo SSL obriga a que o servidor tenha um certificado digital instalado. Um certificado digital é um ficheiro eletrónico que identifica unicamente indivíduos e servidores. Os certificados digitais servem como passaporte digital ou credencial que autentica o servidor antes da sessão SSL ser estabelecida.

QUEM GARANTE

Tipicamente, os certificados digitais são assinados por entidades independentes reconhecidas, que asseguram a sua validade. O “assinante” do certificado é conhecido como Certification Authority (CA), como a Symantec, Geotrust ou a portuguesa Multicert.

Veja a nossa oferta

Quando deve o SSL ser usado e o que pode segurar?

Há dois problemas principais de segurança que os certificados SSL ajudam a solucionar:

  • Autenticação – provando a identidade da empresa (ou servidores) online, e criando um sentido de confiança ao usar site.
  •  Encriptação – oferecendo proteção para os dados submetidos num site (ou entre servidores, como no caso de uma transação de pagamento Visa) para que no caso de haver um interceção, esta só consiga obter dados ininteligíveis, só percetiveis com a chave única usada para a desencriptação.

Resolver estes problemas de segurança permite que o negócio online se proteja contra os seguintes cenários:

  • Spoofing – o baixo custo do design de sites e a facilidade com que as páginas existentes podem ser copiadas, torna muito facil a criação de sites ilegitimos que parecem ter sido  publicados por entidades legalmente estabelecidas. De facto, já há constantemente casos de obtenção fraudulenta de números de cartões de crédito, contas de email, etc, por individuos que criam lojas online com aspeto profissional, imitando negócios legitimos.
  •  Divulgação não autorizada – quando a informação é transmitida “ás claras”, torna possível a sua interceção por hackers, que obtêm assim dados sensíveis de clientes
  • Alteração de dados – o conteúdo de uma transação pode ser intercetada e alterada, seja maliciosamente ou acidentalmente. User names, cartões de crédito, números de segurança social ou social ou quantias em moeda; de facto, qualquer informação enviada “ás claras” é passível de ser alterações.

Qual a aplicação prática dos certificados SSL?

Em primeiro lugar, olhando para as categorias de dados, a implementação mais comum serve para garantir a transmissão de informação financeira no comércio electrónico. No entanto, com a incidência de roubo de identidade em ascensão, proteger a transmissão de uma ampla gama de informações de identificação pessoal está se tornando cada vez mais importante. Esta categoria de dados, que incluem números de identificação e de segurança social, e-mail e informações demográficas, bem como registo de conta e informações de login.

Em termos de aplicações e protocolos, os certificados SSL podem ser usados para garantir o seguinte:

  • Webservers.
  • Mail Servers.
  • Bases de dados
  • FTP sites
  • Internet chat
  • NNTP